Subscribe:

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Preconceito contra nordestinos

O Brasil é um país bastante diversificado, cheio de culturas e crenças diferentes. Cada lugar nesse país tem sua particularidade, suas belezas e riquezas naturais. A diversificação da linguagem é impressionante, em cada estado há um sotaque diferente e até mesmo as palavras ganham novos sentidos em cada localidade, o sentido que uma palavra possui em uma região, pode significar uma coisa totalmente diferente em outra. Sabemos que as diferenças não têm de ser conflitantes, no entanto, não é o que podemos observar. Entre vários tipos de preconceito presentes no Brasil, um dos que vem chamando mais atenção recentemente é o preconceito contra nordestinos. Muitas pessoas trazem consigo uma imagem errônea dos nordestinos, porem, muitas vezes guardam para si mesmo, outras, ao contrario, preferem expor sua opinião e assim acabam ofendendo e denegrindo a imagem dos nordestinos. 

Durante as eleições para presidente, inconformada com a vitória de Dilma, a estudante de direito Mayara Petruso resolveu desabafar sua indignação no seu Facebook e Twitter. Vejam a total falta de respeito que ela impõe sobre os nordestinos:


O caso Mayara Petruso chegou a ser até notícia internacional, sendo destaque no jornal britânico The Telegraph:


Tivemos também o caso da torcedora Amanda Régis e do torcedor Lucian Farah, que, inconformados com a derrota do Flamengo para o time do Ceará, resolveram utilizar sua conta do Twitter para atacar e ofender os nordestinos.


O pedido de desculpas  feito por Amanda Régis via Twitter feito no dia seguinte não foi suficiente para livra-la de um processo na justiça.  A Ordem dos Advogados do Brasil do Ceará entrou com um processo de notícia-crime no Ministério Público Federal contra Amanda Régis e Lucian Farah, por injúria qualificada e discriminação.

Encontrei uma comunidade no Orkut que mostra de forma clara o preconceito existente contra os nordestinos.

Recentemente, com o caso do ENEM, em que alguns alunos do colégio Christus em Fortaleza tiveram acesso a questões da prova antes dela ser realizada, foi motivo pra mais ofensas e xingamentos por meio das redes sociais. A seguir alguns prints:


Vamos até quando com isso tudo? Quando será que as pessoas irão se conscientizar que todos somos iguais, independente de raça, cor, orientação sexual, nível social ou qualquer outro motivo que cause um sentimento de "diferença". É lamentável que num país tão diversificado ainda haja tanta xenofobia. 

A seguir um vídeo muito legal que encontrei no Youtube, e que recomendo a todos que assistam, pois de uma forma engraçada o jovem Kaio Oliveira fala do preconceito contra nordestinos.






"É lamentável que ainda hoje haja pessoas tão desinformadas e que fazem questão de levantar a bandeira do preconceito. Sou nordestina, cearense, com muito orgulho!"
Mabell Sales, Crato - Ce


  
"Forçar o pensamento único, retirar a expressão de uma pessoa, fazer tampar os olhos de alguém com uma faixa que o faz sentir ainda mais aquilo que é, engaiolar a forma de viver, ir contra o que os outros acham certo e que não invade o espaço de e faz parte apenas do viver de cada ser humano, que tenta cumprir o seu papel na engrenagem da sociedade e tentar ser feliz."
 Raul Everton, Juazeiro do Norte - Ce






O nordestino sempre sabe que a pior situação sempre pode piorar mais um pouco e ainda assim, dá a cara pra bater. Somos guerreiros por natureza, já nascemos com o instinto de sobrevivência apuradíssimo. E podemos até sofrer, mas, com certeza, somos únicos na arte de ser feliz!
Daniele Martins, Barbalha - Ce
                                                                                               




"Eu sou de uma terra que o povo padece
Mas não esmorece e procura vencer.
Da terra querida, que a linda cabocla
De riso na boca zomba no sofrê
Não nego meu sangue, não nego meu nome.
Olho para a fome , pergunto: que há ?
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste, Sou cabra da Peste, sou do Ceará."
Patativa do Assaré


10 comentários:

Cristiano Ramos disse...

HAHA' Muito boa postagem *--* #OrgulhoDeSerNordestino

Érica disse...

Massa o post adorei Li tudo, o povo Mané vio ¬¬
eu Num sou a pessoa mais orgulhosa de Viver aki Não, mais tipo Num tenho Nenhum preconceito de pessoas de qualquer outro Lugar cor, raça ou cultura, Povo Ignorante é eles q Não sabem oq é ser Humano de respeito e aceitar as pessoas , bando de "ANIMAL" Afsss fikei zangada agora :(

Alana Saraiva disse...

Amei, foi bom ter postado sobre esse preconceito ridiculo...Coisa de gente vazia e sem Deus no coração!
Parabés a equipe do Crajubar Teen!
Boa tardee a todos.
Beijo

Cumpadre washigton disse...

VERDADE.

Na bahia num tem isso não óh, aqui todo mundo é filho de iemanjá, todo mundo se ama e se adora é aquela festa.


THURUHUH THU PAA, ORRDINÁRIIIA.

Jacarée disse...

vc tem razão meu cumpade
na bahia td eh mais bonito meu rei !!!

Anônimo disse...

no ceará ñ tem disso ñ.,n~tem disso ñ .,disso ñ,,,,, viva as diferença! e baixa o preconceito.convivo com isso,e fico triste por ter gente ~t ignorante,incopetente,e sem garra,e ainda se axa melhor que os outros,~s dignos de pena,tenho orgulho da minha gente que ñ tem medo de ser feliz e nen vergonha de ser ricos em humor amor ao proximo e competentes en td que faz ,

Anônimo disse...

adorei a postagem!
disse tudo!

Karla disse...

aff' cada uma, esse povo nao se toca se nao fosse os nordestinos ele nao seiam nada... aff povo mais sem noção.. tenho orgulho de ser nordestina!!!!

Tiago Santos disse...

As pessoas que proferem tais palavras preconceituosas apenas estão demonstrando o seu auto nível de ignorância e de desrespeito pelo ser humano. Realmente é inacreditável que, em pleno século 21, pessoas que se dizem inteligentes, desenvolvidas intelectualmente, tenham uma postura tão irracional e discriminatória em relação aos nordestinos. Devemos nos ocupar com aquilo que é interessante e enobrecedor para o ser humano. Sim a igualdade, ao amor, ao respeito, a paz, a fraternidade. A cordialidade deve falar mais alto nesse país de tantas culturas, de tantos povos diversificados. Aqui não há um regionalismo melhor que o outro; Há, sim, regionalismos, ou seja, jeitos diferentes de expressar-se. Isso não é motivo para preconceito mas, sim, para admiração. Temos muito o que aprender com o outro, seja ele de qual região for.
O preconceito é atitude de pessoas que não evoluíram. Pessoas que não descobriram o verdadeiro sentido da existência humana.
Brasileiros, unamo-nos na luta contra esse câncer social, que tem matado a tantos homens e mulheres talentosos em nosso país!!!

A garota! disse...

Revoltante isso!

Postar um comentário